Participe do Blog Pensando Alto!

28 de maio de 2008

A História de Pessach. Texto da aluna Sofia do 6º ano da Escola Beit Menachem

Há muito tempo atrás, nós judeus fomos escravos do faraó no Egito. Uma das leis criadas pelo faraó foi que todo o menino judeu que nascesse teria que ser jogado no mar. Quando Moises nasceu sua mãe colocou-o em um cesto e o empurrou para longe dos soldados do faraó, e Miriam a irmã de Moisés ficou acompanhando o menino ao longo do rio escondida entre os altos juncos. De repente, o bebê começou a chorar, e então a filha do faraó, a princesa Batia, se aproximou percebendo ser uma criança judia chamando-a de Moisés. E assim, o menino cresceu na casa do faraó, pois a princesa possuía muita pena dos judeus quando os via trabalhando como escravos. Um dia, quando Moises estava cuidando das ovelhas, uma delas fugiu e ao pega-la um fogo aparece dizendo: “Eu sou Deus e você Moisés vai salvar seu povo”. Moisés foi para o palácio do faraó e disse: “Liberte meu povo se não irá acontecer uma coisa muito ruim a todos vocês”.Então o faraó pediu a Moisés que o convencesse, e então o profeta transformou seu bastão em uma cobra, mas o faraó se recusou a libertar o povo, o que determinou a inicio das dez pragas: sangue, piolhos, feras, sarna, gafanhoto, trevas e a morte dos primogênitos. A última praga convenceu o faraó a deixar o nosso povo ir embora, mas percebeu que se os judeus fossem embora não teria mais escravos, e decidiu segui-los. Neste momento, próximos do Mar Vermelho, Moises abriu o mar com seu cajado enquanto os judeus atravessavam e os soldados do faraó se afogavam, e assim, caba a História de Pessach.

3 comentários:

Griffo disse...

Legal a historia de Moises :P
Ja sabia + completo

Sazonzin disse...

Bate aki ohhh

Danielle disse...

Oi Sofia
parabéns pelo seu trabalho!!!!
além de naum te conhecer to mandando esse coment a Clarissa tb é minha prof de históriaa
Gostei muito de seu trabalho
parabéns
bjs