Participe do Blog Pensando Alto!

8 de setembro de 2010

RESPOSTAS DA ATIVIDADE T 707

Para responder as atividades click no link Comentários e deixe a sua resposta. Não se esqueça de colocar o nome e o número. O aluno que não fizer a atividade no local referente a sua turma, não terá a resposta considerada para avaliação.

23 comentários:

fofuchaaaaaa disse...

1)
A vida religiosa do muçulmano tem práticas bastante rigorosas, as quais são chamadas de “Colunas da Religião”.

Recitação do credo islâmico: Não existe nenhum deus além de Alá e Maomé, o seu profeta.

Preces cotidianas: chamadas de slãts, feitas cinco vezes ao dia, cada vez em uma posição diferente (de pé, ajoelhado, rosto no chão, etc), e virados em direção à Meca. A chamada para a oração é feita por uma corneta, denominada de muezim, desde uma torre chamada de minarete, a qual faz parte de um santuário ou lugar público de adoração conhecido como mesquita.

Observação do mês de Ramadã: o qual comemora a primeira revelação do Corão recebida por Maomé. Durante um mês, as pessoas jejuam desde o nascer até o pôr do sol. Segundo eles, os portões do paraíso abrem, os do inferno fecham, e os que jejuam têm seus pecados perdoados.




2)Eu acho q não devia proibir o uso da burca na França pois 100% da população mora lá.Mas também a França esta procurando sarna para se coçar porque a burca é uma tradição de anos, séculos ou talvez décadas e menhum outro país onde mora mulçumanos interferiu nisso ainda porque que a França tem que ser a primeira.

Aluna: Juliana Andrade Miranda
Turma: 707
Numero:19

Martins disse...

1-> Lei do Ramadã,lei que se revela o Alcorão a Maomé,nesta lei,os islamistas nao podem comer,beber,fumar ou ter relações sexuais até o amanhecer do pôr-do-sol
Hajj,perigrinação a Meca (cidade da Arábia Saudita)feita pelo menos uma vez na vida feita por todos mulçumanos com condições físicas e econômicas
O Alcorão,livro sagrado que contém todos os prefixos da fé islâmica se subdivide em 2 partes,Sura que não é aceita por todos os grupos islâmicos e o Kalam que significa recitação
O Deus no Islamismo é Alá (Allah) e seu profeta é Maomé.

2-> Na minha opnião,a proibição da burca na frança não faz sentido,pois é uma tradição islâmica o uso da burca,e a frança é o país da europa que contém mais islâmicos,e não nenhum motivo grave para esta proibição,eu acho que essa lei da proibição da burca deveria ser válida a menos se ocorresse algum acontecimento grave,como atentados terroristas feitos por grupos islâmicos (mesmo assim ainda para muitos não seria um motivo tão grave para o "sofrimento" de tantos islâmicos inocentes,ou se o país estivesse em guerra,ai seria um motivo mais grave no qual TALVEZ poderia ter essa proibição,que é estereotipada e preconceituosa contra grupos islâmicos


Gabriel Martins de Souza
Nº10 --- 7º ano --- Turma 707

Flávia disse...

O governo francês não pode aprovar esta lei (proibição do uso de burca), pois estaria forçando as mulheres muçulmanas a irem contra os dogmas da religião islâmica. Agindo deste modo, estariam voltando a realizar o que os europeus fizeram no processo da colonização “não aceitar a diversidade cultural". Não se pode rotular este grupo, porque assim estaríamos declarando que todos os muçulmanos são terroristas, o que não é verdade. Se aprovada esta lei causará grandes protestos na França, já que a população islâmica neste país é a maior da Europa. Nenhuma cultura é melhor que a outra, justificando o erro que governo francês esta preste a cometer; ninguém tem o poder de mudar os hábitos e os valores de uma cultura, a menos que a destrua.

Nome: Daniel da silva ferreira
turma: 707
número: 6

obs.:professora depois eu entrego a outra parte

Flávia disse...

- Alcorão ou Corão é o livro sagrado da religião islâmica. Para os muçulmanos este livro é literalmente a palavra de "Alá" que foi revelada ao profeta Maomé num período de vinte e três anos.
- Hajj é o nome que se dá à peregrinação feita pelos muçulmanos até Meca (cidade da Arábia Saudita). Os peregrinos vestem roupas especiais (vestimentas simples que eliminam as diferenças de classe e culturas, assim todos ficam iguais perante deus). A cidade de Meca é considerada um lugar sagrado para os islâmicos. Esta peregrinação é um dos cinco mandamentos do islamismo, todo muçulmano deve fazer isto pelo menos uma vez na vida.
- O mês do Ramadã, é o que se comemora/celebra a revelação do Alcorão a Maomé. Durante este mês os seguidores da religião não podem comer, beber, fumar, e nem ter relações sexuais do amanhecer até o pôr-do-sol.
- O deus do islamismo é Alá e seu profeta é Maomé. O qual fez a primeira peregrinação a Meca, onde o livro sagrado (Corão) fora revelado a ele.


Nome: Daniel da Silva Ferreira
Turma: 707
Número: 6

Obs.: professora esta é a outra parte do meu trabalho.

Clara Rabello disse...

Introdução(para uma resposta mais completa):
Os mulçumanos estão divididos em dois grandes grupos:Os Sunitas e os Xiitas.
Os Sunitas não são tão radicais quanto à alguma tradição,mas os Xiitas,são aqueles que seguem todas as tradições de sua religião,seja qual ela for.
...
Na visão muçulmana, o Islão surgiu desde a criação do homem, ou seja, desde Adão, sendo este o primeiro profeta dentre inúmeros outros, para diversos povos, sendo o último deles Maomé.
Para os mulçumanos existia apenas um Deus:Alá;Anjo gabriel por volta de 600 D/C(depois de Cristo) foi ate Maomé, e pregou para ele que existia só um Deus, ( Maomé tinha vários Deuses em sua terra ) e Eles chamaram este Deus de ALÁ = Deus unico.
O Ramadã,diz que um islamista jamais pode:beber,comer,fumar ou se relacionar sexualmente até o amanhecer.
...
Na minha opinião,não vejo problema algum no uso da burca,pois é uma tradição antiga dos mulçumanos,é da religião deles se vestir assim,e,hoje em dia as pessoas não sabem respeitar a religião dos outros,e,isso acaba gerando discussões,debates,e a imprensa mais que tudo,acaba gerando um grande conflito(ou vídeos)entre religiões em reportagens mostradas na televisão.
Ex:Por causa do atentado as torres gêmeas no dia 11 de setembro de 2001,e também por causa de outras coisas acontecidas,"por culpa do Islam",a população se dividiu em diversos países.

obs:Professora Clarissa,se você quiser eu completo um pouco mais a resposta,pois eu fiz com muita pressa.
Um beijo
Clara Rabello/ N°:5/ Turma:707/

gabi disse...

Peregrinação para Meca: ou Hajj, ao lugar do nascimento de Maomé, na época de Eid el Adha (festa islâmica que rememora o dia em que o profeta Abraão aceitou a ordem de sacrificar um carneiro em lugar de seu filho), pelo menos uma vez na vida por todo muçulmano dotado de condições físicas e econômicas.

O Jihad, ou guerra santa: é a batalha por meio da qual se atinge um dos objetivos do islamismo, que é reformar o mundo. Qualquer muçulmano que morra numa guerra defendendo os direitos do islamismo ou de Alá, já tem sua vida eterna garantida. Por esta razão, todos que tomam parte dessas “guerras santa”, não têm medo de morrer ou de passar por nenhum risco.
Islamismo é uma religião muito antiga que foi fundada pelo profeta Maomé na Arábia por volta do inicio do século sétimo, os povos que seguem o islamismo integram o chamado Islã, ou seja, os povos de diversas raças que professam o islamismo, que também pode ser designado como islamita ou maometano, esta ultima rejeitada por alguns que vem nela uma referencia a Maomé enquanto o islamismo professa um só Deus.
Assim o Islamismo é uma religião monoteísta que se baseia nos ensinamentos do profeta Maomé que nasceu na Arábia Saudita, na cidade de Meca, e viveu entre o ano de 570 a 632 depois de Cristo.

Anônimo disse...

1) Assista ao vídeo sobre a História do Islamismo e descreva quatro caracteristicas da cultura e religião islâmica.
RESPOSTA:A Bíblia deles é o (Livro religioso)Alcorão,Acreditam em Deus único (Alá), o marco inicial do calendário islamico é saída de Maomé de Meca para Medina,É permitido aos muçulmanos retribuir uma agressão - olho por olho, dente por dente.

2) Assista ao vídeo "A polêmica da burca na França". Com base no vídeo e na observação do mapa sobre o crescimento da população islâmica, reflita e opine sobre a proibição do uso da burca pelo governo francês. Justifique sua resposta.
RESPOSTA:O governo francês na minha opnião fez isso para diminuir os casos de violência as mulheres Islã.Pois os homens machucam-as e com essa roupa fica dificiul de ver os ferimentos,alem disso as mulheres tambem sentem calor e não vejo motivo delas não se maquiarem nem mostrar os pés as pessoas só por que seus maridos acham que elas estão se desvalorizando.
Nome : Evellin Alchorne Dos Santos
Turma: 1707 numero da chamada 07

Bernardo Fitipaldi disse...

1->
-Preces cotidianas: chamadas de slãts, feitas cinco vezes ao dia, cada vez em uma posição diferente (de pé, ajoelhado, rosto no chão, etc), e virados em direção à Meca.

-O Alcorão ou Corão é um livro sagrado que reúne as revelações que o profeta Maomé recebeu do anjo Gabriel.

-Observação do mês de Ramadã: o qual comemora a primeira revelação do Corão recebida por Maomé.

-O Jihad, ou guerra santa: é a batalha por meio da qual se atinge um dos objetivos do islamismo, que é reformar o mundo.

- O deus do islamismo é Alá e seu profeta é Maomé.


2-> Os críticos acham que com o uso do vél integral, atrairá mais islamicos para o país. Por isso,o comitê parlamentar afirma que é contrário aos valores da república o uso da burca. Na minha opinião, o uso do "vél" é normal em qualquer país. Isso é uma tradição antiga do povo islamico, que não deverá ser cortada por uns e outros críticos. A frança não tem nada haver com isso. Acho até que por causa do número de islamicos que moram no país, que chega a 20%, a França esteja querendo acabar logo com o uso da burca, enquanto há tempo. Porque, daqui a um tempo, o país poderá ter a metade da população islamicos, ai vai ficar difícil para acabar com essa tradição diante de tantos islamicos.

gabi thomaz disse...

1- Os mulçumanos seguem um estilo de vida muito alternativo e com práticas muito rigorosas que recebem o nome de "Colunas da Religião". Eles fazem suas preces cotidianas cinco vezes por dia, cada vez com uma posição diferente, porém sempre virados para a direção de Meca. A chamada para o início da oração é feita pelo som de uma corneta, chamada muezim. Eles também tem o mês do Ramadã, que se celebra a revelação do Alcorão a Maomé. Neste mês os fiéis não podem se alimentar, beber, nem terem relações sexuais do amanhecer até o pôr-do-sol.

2- Eu acho que essa lei não deveria ser aplicada, pois assim como os franceses tem sua cultura, eles também tem o direito de ter a sua. E se eles se sentem bem utilizando a burca, eles devem continuar assim.


Aluna: Gabriella Thomaz
N°: 35

Anônimo disse...

1)A religião muçulmana é a segunda maior do mundo,ela é monoteista,acredita em so um
deus(Alá)
O criador dessa religião foi um profeta chamado maomé.Nessa religão existe uma doutrina que esta em um livro chamado Alcorão.
2)Não deveriam proibir o uso da burca pois isso faz parte da religião deles.Eu vi um comentario em um site que fala da proibição da burca uma atitude certa, ele fala que não é para acabar com a religião muçulmana.Veja o que esse site fala para justificar a proibição da burca > "O véu integral, seja o niqab ou a burca, é um obstáculo de primeira ordem à integração, que não pode ser tolerado em uma sociedade europeia aberta".Para mim o jeito que ele fala é como si fossem superiores aos muçulmanos.
Nome :João Pedro Machado
Turma:707
Nº:17

Rebecca disse...

1 - Os muçulmanos tem uma vida bem rigorosa. Que são chamados de "Colunas da Religião". A chamada para o início da Oração e feita pelo som de uma corneta, que é um nome bem estranho "Muezim". Eles tem um mês que celebra a revelação do "Alcorão a Maomé", que o mês é "Ramadã".
E o mais interessante é que nesse mês eles não podem: Alimentar-se, Beber e nem ter relações sexuais.
Eles só acreditam em um Deus único chamado Alá. O marco inicial do Islâmico é a saída de Maomé de meca para medida. (Observação: estudamos isso o ano passado)
No meio dos muçulmanos, há uma agressão de olho por olho, dente por dente.


2 - Na minha opinião eu acho diferente as mulheres não poderem amostrar os pés ou não poder usar acessórios,os homens acham que se elas amostrarem "alguma parte do corpo" elas estão desvalorizando-se .Os homens batem em suas mulheres e com essa roupa é muito difícil alguém ver as ferimentos que há nelas.O uso da burca é importante pois já é uma tradição islâmica.Bom mais se os islâmicos são assim devemos respeitá-los pois essa é a cultura deles.

Rebecca De Almeida Soares.
Turma: 707 Número 32

Käydre'z_MX disse...

1) A relegião islâmica , é monoteísta , isto é acredita em um único Deus . O Alcorão é uma escritura sagrada da cultura islâmica , a cultura islâmica tem diversas crenças , entre elas as crenças nos anjos , segundo os Islão os anjos são seres criados por Alá(Deus) pela luz. Entre essas características há a crença do "Julgamento final" , momento pelo qual cada ser humano será julgado e "renascido" diante de Deus pelos atos que praticou.



2)A minha opinião é que a proibição do uso da burca é uma completa besteira sem sentido , a burca é uma tradição que não precisa ser destruída , e além do mais , na França existe a maior quantidade de islâmicos de toda europa. Por min , só poderia , proibir o uso da burca se HOUVESSE algum , atentado terrorista que matasse mais da metade da população Francesa (Mias para que proibir uma coisa como a burca só porque 10 ou 15 pessoas efetuaram o ataque terrorista e deixar mais de 1.000 islâmicos inocentes pagarem o preço).




Aluno : Caio Cesar
Turma : 707
Número : 03

Anônimo disse...

1)*A vida religiosa do muçulmano tem práticas bastante rigorosas, as quais são chamadas de “Colunas da Religião”.

*Não existe nenhum deus além de Alá;E nenhum profeta além de Maomé.

*No mês de Ramadã,os islamistas nao podem comer,beber,fumar ou ter relações sexuais até o amanhecer do pôr-do-sol.

*O Alcorão,livro sagrado que contém todos os prefixos da fé islâmica se subdivide em 2 partes:
"SURA" que não é aceita por todos os grupos islâmicos e o "KALAM" que significa recitação

*Peregrinação para Meca: ou Hajj, ao lugar do nascimento de Maomé, na época de Eid el Adha (festa islâmica que rememora o dia em que o profeta Abraão aceitou a ordem de sacrificar um carneiro em lugar de seu filho), pelo menos uma vez na vida por todo muçulmano dotado de condições físicas e econômicas.

2)Acho que não deveriam proibir. Eu acho que a burca só seria "contário aos valores da república",se a população que a utiliza fosse obrigada a usa-la. Nesse caso a burca é a vestimenta utilizada por uma denominação religiosa e a sua proibição seria o mesmo que dizer "NÃO" a liberdade religiosa.

Lucas Severo de Souza Nº24
Turma:707

gabriel disse...

1)R:
O islânismo contém vários tipos de bruxária, onde em um deles não se pode comer, beber e nem fumar duranto o período do Hamadan.O povo islâmico é monoteista exite o livro sagrado, é dividido em duas partes.A perigrinação a Meca é feita por pessoas com condições físicas e economicas.

Aluno: Gabriel Fragale de Mello
Turma: 707
Número: 9

Anônimo disse...

1)
1ªcaracterística: Eram politeista, ou seja, acreditavam em somente 1 deus (Álá)
2ªcaracterística: Tinham grande influencia Cultural e Religiosa, ou seja, Tradições e Livros sagrados como Alcorão/Corão, e além disso possuiam o seu Profeta: Maomé.
3ªcaracterística: O més do Ramadã,era o més no qual celebra a mostra de Alcorão ao Maomé (PROFETA, durante este més inteiro os religiosos não podem ter relações sexuais, fumar, beber nem comer do amanhecer até o Por-do-sol.
4ªcaracterística: Hajj é como é chamado as peregrinações feitas pelos muçulmanos até Meca. Os peregrinos vestem roupas "especiais", ou seja, roupas simples, pois perante a deus todos nós somos iquais sem haver desigualdade de classe social. Meca é considerada um lugar sagrado para os islâmicos. Esta peregrinação é um dos cinco mandamentos da religião islamica, todo mulçumano deve fazer isto pelo menos uma vez na vida.

2)
Em minha opnião: A França está tendo atitudes destruidoras, ou seja, está destruindo a cultura mulçumana ( islamica ) e umas de suas antigas tradições, nenhuma cultura é inferior! Mas perante a França a cultura mulçumana está tendo uma atitude de rebaixamento, ou seja, INFERIORIDADE.

Nome: Renan Gomes Martins
Numero: 33
Turma: 1707
Profº(ª): Clarisse
Trabalho extra de história

Richard disse...

1- A vida religiosa do muçulmano tem práticas bastante rigorosas. Preces cotidianas: chamadas de slãts, feitas cinco vezes ao dia, cada vez em uma posição diferente.

2- Na minha opnião a proibição da burca na França tá certo, porque é um colégio ateu. E ninguém é obrigado a participar da religião de ninguém, mas deveria ser proibido também cruzes, medalhas ou qualquer oputro simbolo de qualquer religião.

Richard Calixto Liporage Teixeira nº 34
T: 707

Anônimo disse...

1) Assista ao vídeo sobre a História do Islamismo e descreva quatro caracteristicas da cultura e religião islâmica.

O último e maior profeta era Maomé
Existia um único Deus chamado Alá
Tinha o Alvorão que era um Livro Sagrado
E eram feitas cinco preces diárias com a cabeça na direção da Meca


2) Assista ao vídeo "A polêmica da burca na França". Com base no vídeo e na observação do mapa sobre o crescimento da população islâmica, reflita e opine sobre a proibição do uso da burca pelo governo francês. Justifique sua resposta.

Na minha opnião,as mulheres estão sendo proibidas de realizar a sua própria religião,por causa do preconceito da sociedade.Todo mundo tem o direito de praticar sua cultura,ou religião e as mulheres estão sendo injustiçadas e proibidas de realizar a religião islâmica.Eles devia respeitar e não impedir.

Guilherme Natan
turma:707
n°:13

Anônimo disse...

1)Eles são monoteísta,seu deus é Alá,era proibida que as mulheres saíssem de casa sem usar a burca,Maomé era seu profeta.

2)Foi para isso que criaram o livre arbítrio usa quem quiser eles só estão seguindo a sua religião não podia ser ponido por isso se não haveria uma revolta total na religião dos islamitas.

alinny disse...

A cultura islamismo se assemelha com a cristã, e judaica,ela superou o politeísmo.
Na minha opinião a proibição da burca na França é preconceito com a cultura dos Islâmicos.É uma tradição usar a burca.A maior parte da população da França é islâmica.
nome:Alinny/t:707/n:01

HeyNathy disse...

1)1ª-Observação do mês de Ramadã: Durante um mês, as pessoas jejuam desde o nascer até o pôr do sol.
2ª-Preces cotidianas: feitas cinco vezes ao dia, cada vez em uma posição diferente (de pé, ajoelhado, rosto no chão, etc), e virados em direção à Meca.
3ª-Recitação do credo islâmico: Não existe nenhum deus além de Alá e Maomé, o seu profeta.
4ª-Guerra santa:Qualquer muçulmano que morra numa guerra defendendo os direitos do islamismo ou de Alá, já tem sua vida eterna garantida.

2- Na minha opinião não faz sentido a frança proibir o uso da burca, pois esse país é quase 100% constituído de islâmicos, e o uso da burca é uma tradição islâmica.

Nome: Nathalya Gonçalves de Maria
Número: 29
Turma: 707

Nayara disse...

1) -Para eles nao existe nenhum Deus alem de Alá e Maomé.
- Os seguidores do dessa religiao debe obedecer às escrituras, orar e glorificar apenas seu Deus e ser fiel a mensagem que Maome trouxe.
- os seus seguidores tem como algumas de suas obrigaçoes "promover o bem e reprimir o mal" evitar a usuria eo jogo e nao consumir o alcool e a carne de porco.
-Os mulçumanos acreditao na vida apos a morte e no dia do juizo final.
2)De um lado eu acho errado a proibiçao da burca pois e a cultura dessas mulheres e vem de
geraçao para geraçao.
Mas vendo de outro lado eu acho certo pois as mulheres nao pode esconder sua beleza pq sao muito belas.

Clarissa F. do Rêgo Barros disse...

1)Podem ser consideradas características do Islamismo: são monoteístas, Alá é o Deus superior, o livro sagrado é o Alcorão, o profeta é Maomé, o Ramadão é dia de jejum sagrado, aceitam a Jihad como guerra santa para expansão da fé islâmica, Meca é a cidade sagrada onde milhares de mulçumanos realizam a peregrinação. Os grupos islâmicos se dividem em sunitas (moderados) e xiitas (radicais). Incluí-se na resposta as vestimentas tradicionais como a burca, o véu e as túnicas.
2)(Esta questão é pessoal. Cabe ao aluno coerência na resposta.). A França adota uma atitude etnocêntrica diante da proibição de costumes tradicionais dos mulçumanos em seu país. Apesar da França alegar que a proibição da burca implica em medidas de segurança e de respeito a cultura ocidental, está prática tem contribuído para o crescimento do preconceito e da caracterização dos mulçumanos como terroristas. Devemos respeitar as diferenças culturais e religiosas, lembrando que a intolerância leva à atitudes radicais de ambos os grupos: europeus e mulçumanos.

Clarissa F. do Rêgo Barros disse...

1)Podem ser consideradas características do Islamismo: são monoteístas, Alá é o Deus superior, o livro sagrado é o Alcorão, o profeta é Maomé, o Ramadão é dia de jejum sagrado, aceitam a Jihad como guerra santa para expansão da fé islâmica, Meca é a cidade sagrada onde milhares de mulçumanos realizam a peregrinação. Os grupos islâmicos se dividem em sunitas (moderados) e xiitas (radicais). Incluí-se na resposta as vestimentas tradicionais como a burca, o véu e as túnicas.
2)(Esta questão é pessoal. Cabe ao aluno coerência na resposta.). A França adota uma atitude etnocêntrica diante da proibição de costumes tradicionais dos mulçumanos em seu país. Apesar da França alegar que a proibição da burca implica em medidas de segurança e de respeito a cultura ocidental, está prática tem contribuído para o crescimento do preconceito e da caracterização dos mulçumanos como terroristas. Devemos respeitar as diferenças culturais e religiosas, lembrando que a intolerância leva à atitudes radicais de ambos os grupos: europeus e mulçumanos.